• Marisa Melo

O “Lennon” de Tito Khzouz

A Arte, ao retratar nossos momentos e nossos sentimentos, tem um enorme poder de transformação. Despertando consciências, ela contribui para nossa evolução num contexto planetário. Onde além do “eu”, há causas que impactam a Humanidade como um todo.


Algumas de nossas lutas atuais começaram na década de 1960, que começou com o surgimento dos Beatles. Uma banda que revolucionou tudo: o modo de se fazer música, os cabelos, o vestuário e a própria postura da juventude que encontrou um modo de questionar os valores e o modo de pensar de uma sociedade construída em tempos de Depressão e Guerra Mundial.

Nos Beatles, se Paul McCartney era o coração, o mago da melodia, John Lennon era o cérebro, com letras que revolucionaram a própria “revolution”. Absolutamente genial, ele se destacou, mesmo após a separação dos Beatles, pelas canções em defesa da Paz mundial. Questionando a guerra, qualquer guerra e dando lirismo à contracultura, ao discutir os direitos civis, os preconceitos de gênero, raça e credo, os direitos da mulher e os diferentes sistemas de governo que combatem mudanças e preservam o status quo com todas suas injustiças.

Com a obra “Lennon”, o artista visual Tito Khzouz, presta uma homenagem a esse ídolo de todos nós e compartilha seu apoio às teses pacifistas e de justiça que o ex-Beatle defendia. Quarenta anos após sua morte, Lennon segue sendo um símbolo das causas que defendeu. Numa obra Pop-Art, Tito Khzouz celebra a data em que Lennon completaria 80 anos. Nela encontramos uma referência a Kandinsky e à própria Bauhaus. Uma obra moderna que nos lembra do que ainda não mudou.

Mais que celebrar a genialidade de John Lennon, a obra vem nos alertar para o que ainda não conquistamos. Tito nos lembra que o nacionalismo e o autoritarismo sobrevivem até os dias de hoje. Ainda aceitamos a guerra, a discriminação e a injustiça. Que a obra de Tito Khzouz nos lembre o ensinamento fundamental que Lennon nos deixou: para conseguir essas mudanças, o caminho não é a violência. Nas palavras do próprio John, tudo que precisamos, é de amor:

“All you need is love”.

“Lennon” by Tito Khzouz

Art, in portraying our moments and our feelings, has an enormous power of transformation. Awakening consciences, it contributes to our evolution in a planetary context, through causes that impact humanity as a whole.

Some of our current challenges started in the 1960s, which started with the rise of the Beatles. A band that revolutionized everything: the way of making music, the hair, the clothing and the very posture of the youth who found a way to question the values ​​and the way of thinking of a society built in times of Depression and World Wars.

In the Beatles, if Paul McCartney was the heart, the wizard of the melody, John Lennon was the brain, with lyrics that revolutionized the revolution itself. Absolutely brilliant, he stood out, even after the Beatles split, for his songs in defense of world peace. Questioning war, any war and giving lyricism to the counterculture, discussing civil rights, prejudices of gender, race and creed, women's rights and the different systems of government that fight change and preserve the status quo with all its injustices.

With the work “Lennon”, visual artist Tito Khzouz pays homage to this idol of us all and shares his support for the pacifist and justice theses that the ex-Beatle defended. Forty years after his death, Lennon remains a symbol of the causes he defended. In a Pop-Art work, Tito Khzouz celebrates the date that Lennon would turn 80 years old. In it we find a reference to Kandinsky and Bauhaus itself. A modern work that reminds us of what has not yet changed.

More than celebrating the genius of John Lennon, the work alerts us to what we have not yet achieved. Tito reminds us that nationalism and authoritarianism survive to this day. We still accept war, discrimination and injustice. May Tito Khzouz's work remind us of the fundamental teaching that Lennon left us: to achieve these changes, the path is not violence.

In John's own words, “all you need is love”.

1 visualização

Subscribe to our newsletter

© 2019 Marisa Melo

São Paulo - Brasil 

e-mail: contato@marisamelo.com

+55 (11) 99724 0909

SIGA-NOS

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
  • Facebook Clean
  • Branca Ícone Instagram