top of page

"Os Matizes do Amor e Sua Ressonância na Arte"

Atualizado: 18 de out. de 2023




O dilema entre a falta e o excesso de amor perpetua-se como um abismo emocional, onde o vazio interior equivale ao abismo transbordante daqueles que amam de forma desmedida. No cerne dessa questão complexa, reside a busca de um equilíbrio, uma moderação na maneira como controlamos as emoções que afloram em nossos corações.


Diante do poder avassalador da paixão, podemos ser compelidos a adotar uma postura de contenção, fazendo-nos questionar se a prática da "economia emocional", ao se resguardar de sentimentos extremados, é uma escolha sensata. A reflexão surge naturalmente: O que restaria da arte e, até mesmo, do amor sem a presença desses indivíduos que ousam transbordar?


É preciso contemplar que artistas notáveis, como Pablo Neruda e William Shakespeare, são emblemáticos justamente por sua capacidade de expressar as paixões humanas em todo o seu esplendor e complexidade. Obras literárias e poéticas que ecoam o ardor do amor e a intensidade das emoções. São manifestações artísticas que se nutrem da profundidade das sensações humanas, muitas vezes alcançando limites extremos.


Aqui, surge a questão: será que vale a pena, afinal, a autorregulação total de nossos sentimentos, a prática da "economia emocional" que impede o transbordamento? Ou será que é justamente a expressão sem restrições de nossas paixões que nos permite explorar as nuances mais ricas e vibrantes da experiência humana?


A resposta a essa indagação permanece subjetiva, uma ponderação pessoal de como equilibrar a racionalidade e a emoção, o autocontrole e a entrega às vivências apaixonadas. O amor e a arte, por sua vez, continuam a ser campos férteis onde essas questões complexas e suas ressonâncias encontram espaço para se desenvolver e se expressar. Portanto, a resposta, caro leitor, está, talvez, em suas próprias reflexões e vivências.


Comments


Marisa Melo (5).jpg

Olá,
sou Marisa Melo!

Olá, sou Marisa melo, inquieta e fascinada pela vida. Fascínio que se manifesta também, na Gastronomia, no universo dos livros e das ideias. Nas cores, na Pintura, na Música e em tudo que me faça pensar. Apaixonada pelos animais, especialmente cachorros! Acredito que todo conhecimento deve ser compartilhado. O que cada um vive e compartilha, enriquece e abre caminhos para todos. Aquela receita maravilhosa. O livro que não dá pra largar. A magia luminosa de uma foto inspirada. A conexão total entre o que comemos e nossa saúde. Entre nossa aparência e nossa autoestima. Quero sempre transmitir a minha verdade. Na foto, no texto, na opinião. Às vezes contra a corrente, às vezes nas entrelinhas. Sem a preocupação do elogio fácil.

Post Archive 

Tags

bottom of page