top of page

Como colocar moldura em obra de arte




Seja uma obra simples ou uma obra luxuosa, cuidadosamente emoldurada, a percepção e o valor podem mudar radicalmente com a moldura adequada. Lembrando que o papel principal da moldura é proteger a obra.


É importante saber que a moldura deve ser escolhida para a obra, não para o ambiente. É a cor e o estilo da tela que determina o melhor tipo de moldura.


Curadores, decoradores, colecionadores, arquitetos, e designers de interiores apostam cada vez mais em reavaliar a experiência de incorporar obras de arte aos seus projetos e conciliá-las com a diversidade de recursos de enquadramento. E, felizmente, a arte contemporânea trouxe a democratização de materiais valorizando ainda mais às obras de arte.


Por exemplo, uma pintura de paisagem complementaria uma moldura de madeira, enquanto uma pintura de cores quentes funcionaria bem com uma moldura de tons semelhantes. Tipicamente, molduras em tons claros e neutros, como branco ou bege, acentuam a cor do trabalho e são ótimas para valorizar a obra.


Preste atenção ao estilo e peso do quadro. Obras com imagens fortes recebem uma moldura imponente. Pinturas ou fotografias monocromáticas combinam melhor com molduras claras e linhas retas. Portanto, o design do quadro fala com a densidade da moldura. Para pinturas pequenas, um truque é procurar uma moldura que traga uma sensação de magnitude.


Para pinturas em painéis o mais indicado é criar harmonia e coerência. Canaletas são excelentes opções, já que elas não se destacam, apenas valorizam a obra como um todo.


O Paspatur tem a função de impedir o contato da obra com o vidro, protegendo de umidade e fungos. Geralmente feito em MDF ou papel cartão.


Para quem gosta de se aventurar, é apropriado jogar com contrastes e valorizar peças contemporâneas com molduras clássicas.



15 visualizações0 comentário

留言


bottom of page