top of page

Aquarela para Inspirar





Arte de Carlos Avelino - Imagem Goolgle



Aquarela é uma técnica em que as tintas são feitas em pigmentos suspensos, dissolvidos em água. Sua principal característica é a transparência. Os pigmentos se transferem para a superfície, evaporada a água, criam uma cor no papel, que é mantida no lugar por aglutinante, semelhante à cola.


Enquanto a aquarela foi originalmente usada principalmente como pintura em gesso úmido (mural), o trabalho de artistas influentes ajudou a transformá-la em uma arte capaz de pintar imagens impressionantes e poderosas aplicadas ao papel.


Os principais suportes utilizados nas aquarelas são o papel de alta gramatura, o couro, o tecido, a própria tela, entre outros.


A pintura em aquarela é conhecida por sua delicadeza e tem uma longa história. Usada para ilustração de manuscritos durante a idade média. Suas raízes remontam à Europa paleolítica e o Renascimento.


O uso da aquarela explodiu no século xix, quando a técnica saiu de segundo plano e passou a ocupar o centro dos registros da flora e da fauna. Em expedições ao redor do mundo eram levados artistas para documentar a viagem através da pintura.


Na cultura ocidental, existem muitos exemplos do uso da aquarela, os primeiros exemplos podem ser admirados na majestosa pintura da Capela Sistina. O teto desta famosa igreja no Vaticano foi pintado pelo famoso artista Michelangelo entre 1508 e 1512 e ainda é considerado seu melhor trabalho.


Vemos as aquarelas surgindo e desaparecendo ao longo dos séculos. Academias e universidades possuem poucas disciplinas dedicadas à aquarela. No entanto, esta técnica é reconhecida mundialmente e cada vez mais apreciada por todos.




Arte de Marcos Beccari - Imagem Goolgle





Arte de Joseph Zbukvic - Imagem Goolgle




"Three Fisher Girls,” 1881 - Fonte da imagem - Wikimedia Commons



“Gondoliers’ Siesta,” 1904. (Fonte da imagem – Wikimedia Commons)

3 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page