top of page

"Transformação Natalina" de Roberto Silva

Atualizado: 22 de dez. de 2023


Roberto Silva, nascido em 3 de dezembro de 1966, no bairro Jardim Paulista, São Paulo, é uma figura multifacetada destacando-se em diversas áreas, desde projetos em arquitetura, topografia e perícia até sua expressão artística como pintor em óleo sobre tela e acrílico.


Desde a infância, Roberto demonstrou um notável talento para o desenho e as artes plásticas, captando a atenção dos observadores. Com uma trajetória de 30 anos como artista autodidata, ele não apenas elaborou diversas obras, mas também participou de várias exposições, marcando presença nas diversas fases e estilos que percorreu ao longo desse tempo, com um favoritismo evidente pelo realismo.


Atualmente imerso no cenário da arte contemporânea, Roberto Silva direciona seu foco para o abstracionismo geométrico. Esse estilo representa não apenas uma mudança artística, mas reflete sua atual perspectiva de vida. Investindo seu talento no jogo de formas e linhas, suas obras geométricas transcendem para além do visual, trazendo consigo uma poesia que se manifesta através de contrastes de cores e ângulos.


A obra de Roberto não é apenas uma experiência estética; é uma exploração que mexe tanto com as emoções quanto com o intelecto do observador. Cada obra concebida é uma manifestação única, carregada de significados profundos e pronta para envolver o espectador em uma jornada introspectiva.

 





"Transformação Natalina"_2023 - Arte Digital com Impressão Fine Art




A criação digital de Roberto Silva, intitulada "Transformação Natalina", representa uma imersão visual envolvente nas complexidades da abstração geométrica. Com traços e formas dinâmicas, o vocabulário visual se converte em um projeto singular, delineando sua identidade artística . Inspirado pelo tema "Feliz Natal e Próspero Ano Novo", a obra transcende os limites da abstração, contando visualmente a história da dualidade e transformação que caracterizam a temporada festiva. Vale destacar que o processo criativo da obra é iniciado a partir de um texto, dando origem à sua estética.


A força da obra reside na capacidade de Roberto traduzir conceitos abstratos em uma linguagem cativante. Os movimentos fluidos e orgânicos sugerem uma metamorfose constante, refletindo a proposta intrínseca de reflexão e renovação associada ao período natalino.


A paleta de cores é uma narrativa por si só. Tons, como o preto, ecoam os desafios enfrentados durante o ano, enquanto cores vibrantes representam a alegria e a esperança. A composição equilibra esses elementos contrastantes, criando uma harmonia que convida à contemplação.


A inspiração no tema natalino não é mera formalidade; ao contrário, Roberto mergulha nas camadas do significado do Natal. Sua obra transmite a mensagem de perdão, amor e bênçãos divinas. A narrativa visual convida os espectadores a refletirem sobre as experiências do ano, destacando a importância de se guiar pelas "luzes divinas".


A dualidade na obra é emblemática. Momentos tristes e felizes são capturados em uma dança geométrica que evoca emoções diversas. O espectador é guiado por uma narrativa otimista, levando a uma reflexão sobre a efemeridade das dificuldades e a promessa de um recomeço.





2 visualizações0 comentário

Opmerkingen


bottom of page