Mozart de Andrea Mariano



As diferentes manifestações artísticas permitem retratar e avaliar cada aspecto do mundo em que vivemos. Essa flexibilidade permite à Arte representar tudo, inclusive a própria Arte. É a literatura que se transforma em filme. A canção que dá origem a uma peça teatral... Pinturas eternizam expoentes do mundo musical, algo muito apropriado se lembrarmos que tanto os sons como as cores têm uma frequência que os caracteriza e distingue. Retratos de gênios musicais nos ajudam a conhecer um pouco mais dos artistas que viveram num tempo anterior à Fotografia.


A artista visual Andrea Mariano, se encarregou de conectar esses universos harmônicos e paralelos. Sua obra “Mozart” nos apresenta o artista em sua dimensão humana. Não a de um ser superior, com a genialidade de quem compunha com 6 anos de idade. Seu Mozart revela a nostalgia de uma infância não vivida, do garoto prodígio que viajava por toda a Europa, exibindo seu talento para a realeza. O rapaz que se libertou do pai ao se casar e abraçar uma vida diferente, livre das imposições paternas. Uma insegurança prenunciando as dificuldades financeiras do artista cujo senso prático não igualava a capacidade musical.


Utilizando a técnica acrílica sobre tela, Andrea Mariano segue uma vez mais fiel a seu estilo e destacar a criatividade e a valorização das emoções em seus retratos. O cuidado na escolha das cores e sombras também está presente. Com sua sensibilidade, ela trabalha dois elementos essenciais em suas composições: a liberdade e a ousadia.

Não por acaso, são temas que caracterizam e definem o próprio Mozart.




Mozart by Andrea Mariano



The different artistic expressions allow us to portray and evaluate every aspect of the world in which we live. This flexibility allows Art to represent everything, including Art itself. It is literature that becomes a film. The song that gives rise to a play... Paintings eternalize exponents of the musical world, something very appropriate if we remember that both sounds and colors have a frequency that characterizes and distinguishes them. Portraits of musical geniuses help us to know a little more about the artists who lived in a time before Photography.


Visual artist Andrea Mariano successfully connected these harmonic and parallel universes. Her work “Mozart” introduces us to the artist in his human dimension. Not that of a superior being, with the genius of someone who composed when he was 6 years old. Her Mozart reveals the nostalgia of an unlived childhood, of the boy prodigy who traveled all over Europe, showing his talent for royalty. The boy who freed himself from his father by getting married and embracing a different life, free from his father's impositions. An insecurity foreshadowing the financial difficulties of the artist whose practical sense did not match his musical ability.


Using mixed technique (acrylic and pencil), Andrea Mariano follows once more faithful in highlighting the creativity and appreciation of emotions in her portraits. Care in choosing colors and shades is also present. With her sensitivity, she works with two essential elements in her compositions: freedom and daring.

Not by chance, these are themes that characterize and define Mozart himself.


2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Subscribe to our newsletter

São Paulo - Brasil 

e-mail: contato@marisamelo.com

+55 (11) 99724 0909

SIGA-NOS

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco

© 2019 Marisa Melo

  • Facebook Clean
  • Branca Ícone Instagram