FIGITAL - o Híbrido que Veio para Ficar





A relação entre arte e empresas brasileiras existe há muito tempo, mas 2020 foi, sem dúvida, um divisor de águas para essa história. Se antes essa parceria acontecia em ambiente físico, com a pandemia da COVID-19 varrendo o país e o mundo, todas as operações migraram para o digital em velocidade recorde.


Novas formas de interação entre o mercado e o artista continuam surgindo, o FIGITAL veio para romper com o passado. Os investimentos das marcas também continuarão híbridos. Uma experiência interessante de consumo de conteúdo na plataforma a ser explorada e isso é irreversível.


Mesmo com o final da pandemia – é no digital que as pessoas estão se concentrando numa aglomeração planetária. Todos navegando em busca de algo criativo que lhes interesse.


A produção artística nunca foi tão valorizada como agora - aproveite esse momento! Crie novas obras e divulgue de modo engenhoso, pois a Internet está sobrecarregada. Seu público visita, conhece e paga via Internet. Você decide: ficar no mesmo lugar, ou se dedica de corpo e alma a promover sua imagem. Não adianta fazer uma ação e não continuar. O artista precisa ter consistência.


A ideia é identificar as pessoas que compartilham a mensagem que seu trabalho transmite. As pessoas buscam projetos que gerem senso de identidade. Artistas que entendem e trazem oportunidades criativas terão bons resultados, pode apostar!

Marisa Melo (5).jpg

Olá,
sou Marisa Melo!

Olá, sou Marisa melo, inquieta e fascinada pela vida. Fascínio que se manifesta também, na Gastronomia, no universo dos livros e das ideias. Nas cores, na Pintura, na Música e em tudo que me faça pensar. Apaixonada pelos animais, especialmente cachorros! Acredito que todo conhecimento deve ser compartilhado. O que cada um vive e compartilha, enriquece e abre caminhos para todos. Aquela receita maravilhosa. O livro que não dá pra largar. A magia luminosa de uma foto inspirada. A conexão total entre o que comemos e nossa saúde. Entre nossa aparência e nossa autoestima. Quero sempre transmitir a minha verdade. Na foto, no texto, na opinião. Às vezes contra a corrente, às vezes nas entrelinhas. Sem a preocupação do elogio fácil.

Post Archive 

Tags