top of page

Empreendedorismo na Arte: Um Novo Horizonte

Atualizado: 19 de out. de 2023



A visão que o público em geral tem do artista é um estereótipo: distraído, com a cabeça em outro mundo, desconectado da realidade e das necessidades materiais. Avesso a contas e planejamento. Muito talento, alguma fome e uma boina. O perigo é o próprio artista se ver assim. Afinal, ninguém quer esperar 200 anos para ter sua obra reconhecida.


Então o desafio do empreendedorismo representa uma mudança de postura, do modo de se ver na sociedade e no mundo artístico. E isso passa por duas atitudes fundamentais:


  1. Ser o seu Próprio Gestor

  2. Transformar Sonhos em Ações Concretas


O artista é, por natureza, um gerador de criações, mas é crucial direcionar essa criatividade para alcançar resultados tangíveis. A definição de metas claras de divulgação, incluindo estimativas de curto, médio e longo prazo, é um elemento essencial nessa jornada. Além disso, a busca pelo empreendedorismo é uma etapa crucial, que requer a integração da personalidade e dos valores do artista em sua estratégia, tornando-os componentes fundamentais de sua abordagem.

Investir em pesquisa, leitura, participação em cursos e, acima de tudo, na implementação prática do que se aprendeu é imperativo. A eficaz utilização das redes sociais e da tecnologia desempenha um papel fundamental, enquanto um entendimento básico do marketing digital se torna um ativo valioso. Você não precisa se tornar um especialista em marketing, mas a compreensão de como apresentar efetivamente seu trabalho ao público é uma habilidade essencial.

Cada trajetória artística é única e pessoal, e não existe um único modelo a ser seguido. Copiar estratégias de sucesso adotadas por outros não é o caminho a ser trilhado. Embora o Universo possa favorecer seu caminho, seu próprio esforço desempenha um papel fundamental. Reconhecer que você é o maestro de sua própria carreira artística é o primeiro passo em direção ao sucesso.


6 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page