Arte e Crítica Social



Images may be subject to copyright. Learn More



Oscar Wilde sempre foi polêmico. Em seu amor à vida, dizia que “viver” é a coisa mais rara. Que “a maioria das pessoas apenas existe”.

Contra os que reduziam a Arte à representação do mundo ao nosso redor, ele defendeu a ideia de que “a vida é que imita a Arte”.


É impossível separar a arte da vida real, que fornece o contexto em que surgem as ideias. Somos afetados pelos problemas mais urgentes ao nosso redor. Como um "catalisador" no mundo real, os artistas tendem a se concentrar naturalmente nos problemas e nas operações da sociedade.


No Brasil, por exemplo, nossa sociedade está profundamente dividida em dois mundos: um que atendeu às expectativas econômicas e outro com grandes diferenças sociais e históricas. Os problemas históricos do país permanecem - necessidades básicas estão muito longe de serem atendidas. Como consumidores, temos mais direitos do que como cidadãos. Mais pessoas têm acesso a bens e serviços, enquanto os direitos fundamentais são ignorados. Qual é o papel da arte em tal realidade? Despertar o pensamento crítico. Esse despertar exige uma enorme energia.


Para que não viremos peças decorativas num mundo onde a inteligência e os valores são cada vez mais artificiais, a Arte nos reconecta e nos recorda que a vida deve ser mais que isso.


Esse é o poder transformador da Arte. Refletir tudo que nos distingue como seres humanos. Dando sentido à sociedade que nos rodeia. E revolucionando essa mesma sociedade ao tocar o íntimo de cada um de seus indivíduos.

De cada um de nós


Marisa Melo (5).jpg

Olá,
sou Marisa Melo!

Olá, sou Marisa melo, inquieta e fascinada pela vida. Fascínio que se manifesta também, na Gastronomia, no universo dos livros e das ideias. Nas cores, na Pintura, na Música e em tudo que me faça pensar. Apaixonada pelos animais, especialmente cachorros! Acredito que todo conhecimento deve ser compartilhado. O que cada um vive e compartilha, enriquece e abre caminhos para todos. Aquela receita maravilhosa. O livro que não dá pra largar. A magia luminosa de uma foto inspirada. A conexão total entre o que comemos e nossa saúde. Entre nossa aparência e nossa autoestima. Quero sempre transmitir a minha verdade. Na foto, no texto, na opinião. Às vezes contra a corrente, às vezes nas entrelinhas. Sem a preocupação do elogio fácil.

Post Archive 

Tags