Arte além das Galerias



O caminho está invertido. As artes plásticas que costumam ocupar paredes e salas de museus e galerias e esperar a chegada do público estão conquistando e dando um novo sentido a espaços inusitados.

Fábricas abandonadas, estações de trem, espaços esquecidos na cidade, cafés, restaurantes e lojas de móveis.


A teoria do cubo branco e a neutralidade da sala expositiva abrem um palco de interação próximo ao cotidiano do público. Levar a arte para outros lugares, com os cuidados necessários, é fundamental para que todos possam visitar.


Aprendemos a olhar as obras de arte com as mãos nas costas e a respeitar as restrições e regras do salão de exposições. Ao sair deste local tradicional, as pessoas começaram a perceber que é adequado para todos. Essa é uma forma de incentivar a arte a ser mais democrática, de reconhecer nossos artistas emergentes de alta qualidade e de mostrar essa capacidade de produção para a cidade.

Marisa Melo (5).jpg

Olá,
sou Marisa Melo!

Olá, sou Marisa melo, inquieta e fascinada pela vida. Fascínio que se manifesta também, na Gastronomia, no universo dos livros e das ideias. Nas cores, na Pintura, na Música e em tudo que me faça pensar. Apaixonada pelos animais, especialmente cachorros! Acredito que todo conhecimento deve ser compartilhado. O que cada um vive e compartilha, enriquece e abre caminhos para todos. Aquela receita maravilhosa. O livro que não dá pra largar. A magia luminosa de uma foto inspirada. A conexão total entre o que comemos e nossa saúde. Entre nossa aparência e nossa autoestima. Quero sempre transmitir a minha verdade. Na foto, no texto, na opinião. Às vezes contra a corrente, às vezes nas entrelinhas. Sem a preocupação do elogio fácil.

Post Archive 

Tags